Feirantes retomam atividades na feira Manaus moderna, após período de vazante; leia

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), finalizou no domingo 1º/8, a revitalização de aproximadamente mil metros quadrados na feira Manaus Moderna, no Centro, onde são comercializados peixes e carnes. O trabalho foi acompanhado de perto pelo vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, e pelo secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal, Renato Júnior, e entregue de volta à população e aos permissionários nesta segunda-feira, 2/8.

“Depois de usarmos a criatividade do nosso prefeito David Almeida e do querido secretário Renato Júnior, de fazer a primeira feira flutuante do Brasil, que se transformou inclusive em cartão postal, em um ponto turístico, uma atração maior para cidade de Manaus. A Seminf, com a Semacc, trabalhou para recuperar, na feira da Manaus Moderna, os boxes que vendem carne e peixe”, disse Rotta.

O vice-prefeito destacou que o cenário ainda é muito complicado, e a determinação do prefeito é o trabalho conjunto das secretarias, a fim de que todos os desafios sejam superados. “É uma feira que precisa de uma reformulação, estamos estudando projetos nesse sentido e, enquanto isso não acontece, nós estamos aqui recuperando os boxes, a feira, para que os feirantes possam ter uma condição mais digna de trabalho”, disse Rotta.

Mais de 30 homens da Seminf trabalharam na reestruturação dos setores de carne e pescado na Manaus Moderna. Mais de 200 metros de marombas foram retirados, todo o piso cerâmico, refeito, além da revisão de instalação de toda a rede elétrica. Os trabalhos foram realizados em ritmo de mutirão, durante o dia e à noite, inclusive nos finais de semana.

“Estamos aqui entregando essa área toda revitalizada, foi uma determinação do prefeito David Almeida que nós uníssemos as secretarias, Seminf, Semacc e Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), fazendo o melhor para essa categoria, que é a dos feirantes. Toda essa limpeza e reestruturação do local foi necessária, porque foi atingido por lama com a subida do rio, e agora precisávamos fazer a limpeza do local. O prefeito veio pessoalmente no domingo fazer suas observações, que já foram feitas, e a partir de hoje, segunda, a população já pode vir à feira, setor de peixe e carne, fazer suas compras e trazer sua família”, enfatizou o secretário da Semacc, Renato Júnior.

Há quase três meses, mais de 200 permissionários desses dois setores, os mais afetados pela subida das águas do rio Negro, foram retirados do local e realocados na “Feira Flutuante”, construída pela Prefeitura de Manaus para dar continuidade às vendas e evitar prejuízos aos feirantes. Nesta segunda-feira, os permissionários retornaram ao interior da Feira Manaus Moderna, após a reestruturação do piso, que ficou destruído durante a alagação.

Trabalhadores

O permissionário Fábio Albuquerque, que há dez anos trabalha na venda de temperos, bem próximo aos setores de carne e pescado, disse que também teve a banca alagada e que, com os serviços da prefeitura, o local de trabalho ficou bem melhor. “Vai ajudar muito a gente, os açougueiros e peixeiros também. Estamos na expectativa de que, com esse retorno, nossa feira possa voltar à normalidade”, afirmou o feirante.

Já o permissionário Paulo Sérgio Nascimento, feirante há mais de 30 anos, comentou sobre a reforma do local, que trará diversos benefícios aos feirantes e à população. “Aqui a gente estava, devido à enchente, sem saída. Só podíamos contar com Deus e com o prefeito. O prefeito nos acolheu, olhou para nós, foi uma maravilha a feira flutuante, e a reforma aqui da feira. Toda enchente que teve, nunca teve essa reforma, porque a gente não tinha apoio da prefeitura”, destacou.

Com informações assessoria

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: