Chefão das drogas do Comando Vermelho morre em Manaus

Um dos líderes do tráfico de drogas da facção Comando Vermelho, Manoel Junio Monteiro Bastos, 27, morreu após confronto com policiais da Secretaria de Estado de Segurança(SSP) no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis,zona Centro-Sul de Manaus.

Detento do sistema prisional, Manoel estava foragido do Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), após fugir de uma unidade hospitalar. Na tarde desta terça-feira, ele e entrou em confronto com a polícia, no conjunto Vila Marinha, bairro Compensa 3, na Zona Oeste. O foragido foi atingido com um tiro de fuzil no tórax e chegou a ser encaminhado para a unidade de saúde.

Com ele foram apreendidos uma pistola Taurus ponto 40, com contendo cinco munições e uma pistola Walter calibre nove milímetros, com sete munições.

A prisão de Manoel foi resultado de uma denúncia anônima, indicando que o traficante iria encontrar-se com um comparsa para cometer assaltos.

Manoel fugiu do sistema prisional enquanto estava recebendo tratamento para um câncer no cérebro no Hospital pronto-socorro João Lúcio, na zona leste de Manaus. Ele aproveitou uma distração da vigilância e fugiu pela janela do banheiro do hospital,no dia 6 de outubro.

Traficante

Manoel era considerado um dos maiores traficantes do Comando Vermelho que atuava no bairro Coroado, zona leste de Manaus. O criminoso tinha envolvimento em casos de homicídios e roubos e, em maio de 2018, participou da fuga em massa do presídio quando 35 detentos de alta periculosidade fugiram do Centro de Detenção Provisória de Manaus 2 (CDPM 2), localizado no quilômetro 8 da BR-174, ao cavarem um túnel no pavilhão 5 da unidade.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: