Brasileiros protestam contra racismo em todo o país

Protestos contra o assassinato de João Alberto Silveira Freitas, 40, morto após ser surrado por dois seguranças do supermercado Carrefour de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul,  tomaram conta das cidades brasileiras neste domingo. Cerca de 150 manifestantes protestaram na tarde deste domingo (22) na Zona Norte do Rio em um protesto pacífico, que começou às 14h em frente ao supermercado Carrefour do Norte Shopping, também na Zona Norte do Rio.

A Polícia Militar acompanhou a caminhada. Os manifestantes escreveram pelas ruas frase como “Vidas pretas importam”, “Vidas Negras Importam” e “Parem de nos Matar”. Outra diziam: “Justiça para Beto! Carrefour tem as mãos sujas de sangue negro. Fora Bolsonaro e Mourão”.

Manaus

Em Manaus, um grupo de pessoas pertencentes ao movimento negro fez uma manifestação em frente ao Carrefour do bairro Adrianópolis, em Manaus, na tarde de sábado (21), contra a morte do soldador João Alberto Freitas, em Porto Alegre. Os manifestantes relembraram casos de racismo no Amazonas e também de violência contra indígenas.

Cerca de 40 manifestantes participaram do ato. O grupo colocou cartazes na grade em frente ao supermercado e está reunido na calçada, sem atrapalhar o trânsito.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: