Trump demite funcionário de segurança eleitoral que descartou fraude

O presidente americano, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira (17) a demissão do mais alto funcionário de segurança eleitoral do país, que rechaçou as denúncias do presidente sobre uma suposta fraude “maciça” nas eleições presidenciais, vencidas pelo democrata Joe Biden. 

“A declaração recente de Chris Krebs sobre a segurança das eleições de 2020 foi muito inexata, já que houve muitas coisas inapropriadas e fraude”, tuitou Trump. 

“Portanto, com efeito imediato, Chris Krebs foi destituído como diretor da Agência de Segurança de Infraestrutura e Cibersegurança (CISA)”.

A agência governamental dedicou seus esforços nos últimos dias a negar as acusações de fraude eleitoral do presidente.

“Não há provas de que algum sistema de votação eliminou, perdeu ou mudou votos, nem que foi hackeado”, garantiu a CISA em um comunicado assinado com outras agências americanas encarregadas da segurança das eleições. 

“As eleições de 3 de novembro foram as mais seguras da história dos Estados Unidos”, concluiu.

Por: AFP

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: