No Dia Mundial do Diabetes, prefeitura reforça a prevenção da Covid-19 no acompanhamento dos usuários

Em meio à pandemia de Covid-19, a Prefeitura de Manaus segue oferecendo diagnóstico, tratamento e orientação aos portadores de diabetes. A doença crônica, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), acomete 100.745 pessoas em Manaus. Neste sábado, 14/11, data escolhida pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como o Dia Mundial do Diabetes, o titular da Semsa, Marcelo Magaldi, orienta a população a buscar atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e policlínicas da capital, obedecendo a todos os cuidados exigidos contra o novo coronavírus.

“Se você está buscando o diagnóstico ou fazendo o acompanhamento do diabetes em nossas unidades, fique atento àquelas medidas simples, mas que fazem toda a diferença na prevenção do vírus: use máscara; higienize constantemente as mãos; e observe o distanciamento social mínimo para evitar a contaminação. Nossas equipes estão à disposição, para garantir que você possa viver de forma plena com o diabetes controlado”, explica Magaldi.

Atendimento

Apesar da pandemia do novo coronavírus, os pacientes diabéticos continuam sendo acompanhados e monitorados pelo Programa Hiperdia, nas unidades de saúde municipais, que também promovem ações educativas sobre a doença. O usuário diabético e hipertenso com alteração no quadro clínico tem prioridade de atendimento nas UBSs. Ele é inserido no fluxo da unidade, separado das pessoas com síndrome gripal, garantindo o atendimento e a segurança sanitária.

Os usuários estáveis têm retorno garantido às consultas de acompanhamento, seguindo com a agenda programada da unidade de saúde, para evitar aglomerações. A qualidade dos atendimentos também está sendo reforçada por meio de webconferências, vídeos e notas técnicas disponibilizados na rede interna da Semsa, para nortear os profissionais de saúde na pandemia.

Medicamentos

Os idosos acometidos pelo diabetes tiveram assegurada a entrega dos medicamentos e insumos em quantidade suficiente para 90 dias de uso, para que não precisem se deslocar até a UBS e se expor ao risco de contaminação pelo novo coronavírus. Aos demais grupos, a entrega é mensal, entretanto, a orientação é a de que o usuário indique uma pessoa de confiança que não tenha comorbidades, para receber as medicações na unidade com a receita e os documentos necessários.

Os usuários insulinodependentes, atendidos pelo Programa de Automonitoramento de Glicemia Capilar, estão sendo orientados a retirar aparelho de glicemia, lancetas, fitas, insulinas NPH e regular, seringas de insulina, nas seguintes unidades distritais: UBS Áugias Gadelha e Policlínica José Antônio da Silva (zona Norte); Policlínica Castelo Branco e UBS São Francisco (zona Sul); UBS José Avelino Pereira, UBS Alfredo Campos, UBS Josephina de Mello, UBS Gebes de Medeiros, UBS José Amazonas Palhano, UBS Cacilda de Freitas e UBS Enfermeira Ivone Lima dos Santos (zona Leste); e Policlínica José Raimundo Franco de Sá e Policlínica Djalma Batista (zona Oeste).

Também foi adotada a flexibilização da validade da receita dos medicamentos de uso contínuo e da entrega dos insumos para controle de glicemia (fitas, seringas, lancetas), a fim de evitar deslocamentos desnecessários pela população.

Pé diabético

O serviço de curativos complexos feito pelo programa Pé diabético continua normalmente nas unidades de referência municipal, com atendimento agendado previamente, para evitar aglomerações. O programa tem como finalidade: fortalecer os cuidados aos usuários com diabetes mellitus; identificação precoce de casos suspeitos; identificação precoce de complicações; orientações educativas.

Os exames de avaliação neuromotora e Índice Tornozelo Braqueal com Doppler Vascular Pressórico foram mantidos nas consultas médicas nas UBSs.

As unidades municipais de referência que trabalham com o programa são: UBSs Áugias Gadelha e Sálvio Belota (zona Norte); UBS Dr. José Rayol dos Santos (zona Centro-Sul); UBSs Alfredo Campos e Guilherme Alexandre (zona Leste) e UBS Leonor de Freitas (zona Oeste).

Mais ações da Prefeitura de Manaus no combate ao diabetes podem ser conferidas no portal da Semsa, pelo link https://semsa.manaus.am.gov.br/servico_acoes_saude/?t=diabetes.

*Com informações da Assessoria.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: