Mais de 30 estabelecimentos que descumpriam decreto de prevenção à Covid-19 foram fechados em Manaus

Durante vistoria da Central Integrada de Fiscalização (CIF), coordenada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), 34 bares que estavam funcionando de forma irregular, contrariando decreto governamental de prevenção à Covid-19 foram fechados. Na ação, foram realizadas vistorias em 60 estabelecimentos comerciais na capital amazonense, entre as noites de sexta-feira (30) e a madrugada desta segunda-feira (02), em Manaus.

As ações contaram com um efetivo de 112 agentes estaduais e municipais, entre eles policiais militares, policiais civis, Corpo de Bombeiros Militar, Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM), Departamento de Vigilância Sanitária da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (Devisa/FVS-AM), Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), Defesa Civil e Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU).

De acordo com o major Marco Gama, comandante da CIF de sábado, duas festas clandestinas foram fechadas e seus proprietários foram conduzidos para o 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde prestaram depoimento e foram autuados pelo crime de desobediência.

“Em cada festa havia, aproximadamente, mil pessoas aglomeradas. As duas estavam acontecendo em sítios no bairro Tarumã e todas foram fechadas. Todos os procedimentos foram feitos, como o Termo Circunstanciado de Ocorrência para que os proprietários respondam na justiça”, informou.

Durante fiscalização nos estabelecimentos no domingo, a CIF flagrou o evento “Bloco Me Faz Feliz”, na estrada da Praia Dourada, bairro Tarumã, acontecendo de forma clandestina. Os policiais fecharam o local e autuaram os responsáveis pela festa pelo descumprimento do decreto governamental.

*Com informações da Assessoria.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: