Igreja Católica beatifica “Influencer”, o padroeiro da Internet

O jovem italiano, Carlo Acutis, conhecido como ‘padroeiro da internet’, morreu 15 anos, em 2006, de leucemia. Hoje, 10 Outubro tornou-se um ‘influencer’ beato, pois a Igreja reconheceu um milagre atribuído a Carlos Acutis. E foi, justamente, uma criança brasileira, que teria sido contemplada com a dádiva concedida por meio de Acutis.

Carlos Acutes foi o primeiro influencer em questões religiosas.A beatificação de Carlos foi realizada e transmitida, via internet, diretamente da Basílica de São Francisco de Assis, na Itália, na presença da família do jovem, foi transmitida ao vivo pela internet.

Após sua morte, ocorrida em Monza, na Itália, em 12 de outubro de 2006, Carlos declarado “venerável”, no dia 5 de julho de 2018. Seus restos mortais foram transferidos para Assis, onde foi beatificado neste sábado. Os Vaticano diz que o corpo do menino continua “intacto” – trajado com sua calça jeans e tênis – e, seus restos mortais foram “recompostos”.

A data da beatificação de Curtis, no mesmo dia de sua morte, coincide com o dia de homenagens a Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil. No portal Vaticano News, a igreja publicou uma homenagem a Acutis em que afirma que, “de todas as virtudes cardeais (prudência, justiça, fortaleza e temperança) e teologais (fé, esperança e caridade)” de Acutis, “é a fortaleza que mais se sobressai”.

Morte

Antes de morrer o jovem foi questionado se não estava triste.

Ele teria respondido: ‘Não, porque eu não desperdicei nem um minuto da minha vida fazendo coisas que não agradam a Deus’. De acordo com a interpretação do frade capuchinho Carlos Acácio Gonçalves Ferreira, reitor do santuário do Despojamento em Assis, onde o jovem está sepultado, Carlos tinha como prioridade agradar a Deus, o que significava ter uma vida plena. Não agradar a Deus significa desperdiçar a vida”.

Beato Influencer

Carlos gostava de jogar futebol, videogame e comer Nutella e sorvete. Desde cedo dedicou-se a igreja, ao catecismo virtual e à criação de redes online para conectar mais de 10 mil paróquias. Ele catalogou todos os milagres reatados pela Igreja Católica e, com poucos recursos, um computador obsoleto, Carlos criou um site para evangelizar. Por isso, ele recebeu o título de “padroeiro da internet”.

O influencer era filho de pais italianos, mas também tinha nacionalidade Inglesa, pois Carlos nasceu em Londres em 1991.

O bispo de Assis, Domenico Sorrentino, afirma que o novo beato exerce hoje “uma atração semelhante” à de São Francisco de Assis em seu tempo.

“Em Assis, estamos acostumados ao encanto de São Francisco, que atrai milhões de visitantes e muitos devotos. Mas que um menino que morreu aos 15 anos em 2006 já seja tão influente é algo que só pode ser explicado por motivos sobrenaturais. A atração que Carlo exerce se parece, de certa forma, com a que Francisco de Assis exerceu”, afirmou o sacerdote à mídia italiana.

“Todos os homens nascem originais, mas muitos morrem como fotocópias, não deixem isso acontecer com vocês!”, recomendou à sua geração Acutis, que conseguia alcançar milhares de pessoas em todo o mundo com sua linguagem jovem pela internet.

Milagre

Em 2013, uma família de Mato Grosso afirmou que o filho se curou de uma doença grave, apenas ao tocar em uma relíquia do beato, uma roupa contendo o sangue de Carlo.

O menino sofria de um pâncreas anular, estava raquítico e não conseguia se alimentar. Quando tocou na relíquia que está em uma paróquia em Campo Grande, se curou.

Futuro Santo Influencer

Mas, para se tornar santo, após a beatificação – primeiro passo  nos trâmites da Igreja Católica – é necessário ter intercedido em dois milagres. Mas, o próprio Papa Francisco está confiante na canonização

O jovem é considerado pelo papa Francisco “brilhante” e “criativo”, um exemplo para as novas gerações.

“É verdade que o mundo digital pode expô-lo ao risco do retraimento, do isolamento ou do prazer vazio. Mas não podemos esquecer que neste ambiente há jovens que também são criativos e, às vezes, brilhantes”, escreveu o papa Francisco, dando como exemplo Carlo Acutis.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: