Teste barato para COVID-19 será feito com uma gota de sangue

COVID-19 Um teste sorológico para detectar a COVID-19, que custa 20 vezes menos que os testes rápidos atuais está sendo desenvolvido por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O S-UFRJ é resultado de uma parceria entre o Instituto de Biofísica e o Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-graduação e Pesquisa de Engenharia (Coppe).

O novo teste sorológico consegue analisar com 100% de precisão os anticorpos IgG (de longa duração), produzidos pelo corpo humano quando o organismo entrou em contato com o vírus, após 20 dias do início dos sintomas. O teste também identifica anticorpos dez dias após os sintomas terem começado, mas a precisão cai para 90%.

Apesar de ser do tipo Elisa (ensaio de imunoabsorção enzimática), o teste pode ser realizado com uma gota de sangue retirada da ponta do dedo, o que possibilita a queda dos custos. Com um custo de insumos no valor máximo de R$ 2, a coleta do material é o que impulsiona pra baixo o valor do teste, fazendo com que esteja mais acessível às regiões com menor estrutura laboratorial e acompanhar a prevalência sorológica de populações mais distantes das capitais e em países de menor renda. Os pesquisadores optaram por não patentear e cobrar pela tecnologia para não encarecer a metodologia.

Outro fator que ajuda a baratear o valor do teste é a produção da proteína S, base do teste sorológico desenvolvido pela UFRJ. Essa proteína é responsável pelo desenvolvimento dos espinhos que o coronavírus utiliza para invadir as células. A proteína S produzida na UFRJ foi utilizada, por exemplo, no desenvolvimento do teste rápido do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: